CIMARRON URUGUAIO

lindos filhotes disponíveis

Touro x Anita Garibaldi

nascidos em 18/10/2017

PUG

lindos Filhotes disponíveis

nascidos em 07/09/2017






CIMARRON URUGUAIO

lindos Filhotes disponíveis

Thor x Dark

nascidos em 21/10/2017


filhos e filhotes uma paixão incondicional

 DICAS PARA CRIAR SEU FILHOTE

 

ALIMENTAÇÃO 

A alimentação é fundamental para o bom desenvolvimento e manutenção do seu cão. Ele poderá ser alimentado com ração industrial apropriada para sua idade. Existem inúmeras marcas de qualidade disponíveis no mercado. Escolha aquela de sua preferência e, com avaliação do médico veterinário de sua confiança, estabeleça as dosagens de acordo com a fase da vida de seu animal, e a recomendação do fabricante. 

A mudança da ração de filhotes para ração de cães adultos é feita por volta de um ano de idade, gradativamente. (Nós recomendamos que a mudança gradativa comece a partir dos 10º mês e se prolongue até aproximadamente o 14º mês). 

Se preferir preparar uma ração caseira, use guisado (50%) ou frango sem osso, arroz integral para cães (30%) e legumes (20%) preferencialmente beterraba e cenoura. A carne a ser usada pode ser de segunda, sem gordura. Fígado, rins ou coração bovino podem ser oferecidos, porém só uma vez por semana, ou a critério do médico veterinário.

 

REGRAS BÁSICAS DE ALIMENTAÇÃO

-          Água limpa e sempre à vontade;

-          Alimentos mais frescos e naturais quanto for possível;

-          Alimentos cozidos com pouco sal e com pouca gordura;

-          Não beliscar entre as refeições, exceto como premio em período de treinamento;

-          Não oferecer comida condimentada (temperada);

-          Nunca dar ossos de aves, somente ossos grandes de bovino, suíno e ovinos;

-          Evitar enlatados, farinha de milho, batata, feijão, tomate, pimentão;

-          Não oferecer farináceos (pão, bolacha, biscoito, etc.);

-          Não oferecer doces (bala, chocolate, sorvete);

-          Caso queira agradá-lo, ofereça biscoitos para cães;

 

                Durante o período de crescimento há necessidade de um número maior de refeições diárias. Divida a quantidade diária recomendada pelo fabricante em pelo menos cinco porções, ou de acordo com a orientação do médico veterinário.

                A medida que seu filhote for crescendo, o número de refeições diárias vai diminuindo, até ele atingir a idade adulta (+ou- 2 anos), quando poderá receber apenas duas refeições ao dia.

 

CÁLCIO E VITAMINAS 

               O cálcio é fundamental para o desenvolvimento ósseo de seu filhote. Recomendamos o uso de um complemento de cálcio, a partir do 2º mês até os 12º mês de idade, sempre sob orientação do médico veterinário.

               Caso você opte por ração caseira, recomendamos também o uso de complementos de vitaminas e sais minerais, também sob orientação do médico veterinário.

No caso de utilização de rações industrializadas, o reforço de cálcio, vitaminas e sais minerais não será necessário, salvo melhor juízo do médico veterinário. 

 

HIGIENE

                   Um banho bem dado representa saúde para seu animal. O contrário, pode causar sérios problemas ao animal. 

                Recomendações: 

-     Usar somente produtos de natureza neutra (sabão de glicerina, sabão de coco). Existe no comércio uma grande variedade de produtos para higiene animal. Dê preferência a esses produtos, sempre com orientação do médico veterinário;

-          Evite o uso de produtos destinados a humanos;

-          Evitar correntes de ar. A temperatura da água de estar de acordo com a temperatura corporal;

-          Evitar entrada de água nos ouvidos;

-          Evite sempre o contato direto ou indireto inseticidas ou carrapaticidas (líquidos ou em pó) de modo geral, usando-os somente em caso de extrema necessidade e sob orientação do médico veterinário (jamais utilize em filhotes ou gestantes). Dê preferência à cata manual ou com auxílio de um pente fino;

-          Os olhos devem ser limpos com algodão umedecido em água boricada 2% ou solução fisiológica;

-          Os ouvidos devem ser limpos com algodão seco ou gaze;

-          As unhas, se necessário, devem ser cortadas por médico veterinário;

-          Roer ossos duros ajuda a manter os dentes limpos e prevenir o tártaro. 

 

VERMIFUGAÇÃO 

Seu filhote recebeu doses de vermífugo aos 30 e 45 dias de vida, de acordo com seu peso. No primeiro ano de vida, o uso desse tipo de medicamento deve ser mais freqüente (mensal), de acordo com seu peso, idade e condições de ambiente. Quando adulto, a freqüência de utilização de vermífugos poderá ser reduzida (trimestral), porém, a utilização desses produtos deverá ser feita sempre sob orientação do médico veterinário. 

 

VACINAÇÃO 

               Procure o médico veterinário de sua confiança e peça para que ele estabeleça um programa de vacinação para seu filhote. A vacinação correta do animal nos primeiros meses dará a ele melhores condições de saúde ao longo de sua vida.

Seu filhote recebeu a primeira dose de vacina indicada para idade, conforme consta na carteira de vacinação que lhe entregamos.

Não exponha seu filhote a lugares públicos ou ao convívio com cães que você não conheça, até que ele esteja completamente imunizado, ou seja, que já tenha recebido todas as doses iniciais de vacinação. A contaminação por viroses como parvovirose e coronavirose, se dá muito facilmente e, na maioria dos casos, a evolução é fatal. 

ENDECTOCIDA

Seu filhote recebeu uma aplicação de endectocida. A utilização desse produto serve para proteger seu animal de infestações de parasitas internos e externos, tais como pulgas, piolhos, vermes intestinais e ácaros das sarnas otodécica, sarcóptica e demodécica.

Quando o filhote é separado da mãe e dos demais filhotes, há uma mudança muito grande em sua rotina. Nessa situação, o animal pode ficar um pouco abatido nos primeiros dias, até estar plenamente adaptado ao novo lar. Porém, esse stress pode levar o animal a ter uma baixa em sua imunidade, o que pode acabar proporcionando uma boa oportunidade para os parasitos citados anteriormente.

Por esse motivo, adotamos esse procedimento, de aplicar uma dose de endectocida no filhote antes de entregá-lo, e recomendamos aos nossos clientes a aplicação de pelo menos mais três doses, em intervalos de 30 dias. Porém, antes de acatar nossa sugestão, é fundamental informar ao médico veterinário de sua confiança, para que ele avalie a proposta e julgue se o procedimento de fato é necessário, ou se o número de aplicações sugerido deve ser maior ou menor. 

O endectocida que usamos é o Advocate, da Bayer, que tem as seguintes indicações:

“Prevenção e tratamento das infestações por pulgas (Ctenocephalides spp.), piolhos (Linognathus setosus e Trichodectes canis), ácaros das sarnas otodécica, sarcóptica e demodécica (Otodectes cynotis,Sarcoptes scabiei e Demodex canis) e os vermes intestinais Ancylostoma caninum, Toxocara canise Uncinaria stenocephala, incluindo suas larvas de quarto estágio (L4) e adultos imaturos; bem como Toxascaris leonina e Trichuris vulpis em cães. Previne a infestação causada pelo verme cardíaco Dirofilaria immitis quando administrado uma vez por mês.” Informação extraída do site www.bayerpet.com.br .

 

Estas são apenas algumas dicas para a criação de seu filhote. Mesmo assim, informamos que o melhor caminho a ser seguindo, é buscar orientações de um médico veterinário, que é o profissional competente para lhe dar todo o suporte necessário.

 

Desejamos a você e sua família momentos de alegria e diversão no convívio com seu novo amigo.

  

Atenciosamente, 

 

Canil Vento Crioulo

Osório - RS